Publicado em: Sem categoria - 28 de dezembro de 2015

As Tradições de Ano Novo pelo Mundo

esticado-blog (7)

 

A virada do ano é sempre um motivo para se celebrar, independentemente de seu país ou cultura. Por mais diferentes que as tradições possam ser, representam a mesma coisa: um ano novo cheio de coisas boas, viagens, dinheiro, realizações. Que tal viajar um pouco conosco pelas tradições de ano novo pelo mundo?

 

BRASIL

Usar branco (de preferência uma roupa nova) ajuda a afastar maus espíritos. Se estiver na praia é essencial presentear Yemanjá e pular as sete ondinhas, como a tradição africana.

 

CHILE

Na virada, coma uma colher cheia de lentilhas para atrair um ano recheado de fartura, seja de dinheiro ou trabalho. Se estiver passando o ano novo em casa, varra-a de dentro para fora para remover energias ruínas do ano anterior.

 

ÍNDIA

Por ser um país bastante vasto, existem diversas tradições de ano novo. O Diwali é um festival de luzes que serve para festejar o começo de um novo ano em várias partes da Índia. Em alguns desses lugares, os donos de negócios pagam as suas dívidas e compram livros novos para registros financeiros, como metáfora de um novo começo. Muitas pessoas também compram decorações ou roupas novas.

 

DINAMARCA

Se você sempre quis uma boa desculpa para quebrar um prato, vá à Dinamarca no ano novo. Lá, à meia noite, quebram-se alguns pedaços de louça na entrada de um novo ano para atrair boa sorte. Além disso, também é comum pular de uma cadeira para o chão assim que der meia noite.

 

JAPÃO

Muitas famílias penduram cordas feitas de palha na frente das suas casas, com o objetivo de afastar maus espíritos e atrair felicidade. A passagem de ano acontece com o som de altas gargalhadas, para que o ano possa ser repleto de boa sorte.

 

ESPANHA

Nas 12 badaladas da meia noite é preciso comer 12 uvas, uma para cada mês do ano seguinte. É mais difícil do que parece já que há muito pouco tempo entre uma badalada e outra, por isso em mercados espanhóis muitos vendem as uvas em caixinhas de 12, peladas e prontas para comer.

 

ESTADOS UNIDOS

Vem dos EUA a tradição do “beijo da meia noite”, que remonta aos festivais romanos de “Saturnalia”, onde todo mundo se beijava na boca como forma de celebração.

 

NOVA ZELÂNDIA 

Bateu meia noite? Então bata panelas o mais alto que puder!

 

Bastante curioso, não é? O importante é sempre respeitar as culturas que são diferentes da sua. Mas não pára por aí, também listamos algumas das regras de etiqueta a mesa pelo mundo para você não fazer feio no jantar. Confira aqui!

 

Deixe um comentário