Publicado em: Gastronomia, Vinhos - 10 de outubro de 2013

Combinando vinhos e alimentos

O vinho escolhido para ser apreciado durante as refeições deve “limpar o paladar”, realçando o sabor do prato. Isso significa que a bebida precisa ter gosto o bastante para ser sentida, mas esse gosto não pode permanecer na boca com muita intensidade ou por tempo demais a ponto de interferir no gosto da iguaria seguinte. Esse conceito, um tanto abstrato para quem está começando, é o que se chama de harmonização.

Segundo os especialistas, as harmonizações clássicas não são as únicas que existem. Ainda assim, elas podem ser um bom guia para quem ainda não tem conhecimento suficiente para criar suas próprias combinações. Tradicionalmente vinhos tintos combinam com carnes vermelhas e pratos sofisticados, enquanto os brancos são servidos com aves e frutos do mar. Com saladas, cremes, sopas e sobremesas, os espumantes caem bem.

Quer saber exatamente combina com o prato que você vai experimentar no Piquiras? Nosso sommelier está à disposição para te auxiliar em mais esta harmonização.

Deixe um comentário