Publicado em: Gastronomia - 23 de fevereiro de 2016

Queijos do Mundo: Camembert

camembert-blog

Dando continuidade à série Queijos do Mundo, hoje, trazemos um dos mais célebres queijos franceses, o Camembert.

Conta a história que Marie Harel, esposa de uma fazendeiro da Vila de Camembert, na Normandia, deu abrigo em sua casa durante a revolução francesa a um padre fugitivo. Ele ficou tão grato pela hospitalidade que em troca repassou a arte secreta dos queijeiros. Essas dicas, aliadas à qualidade inigualável do leite produzido naquela região, deu origem ao Camembert.

Seu sabor é marcante, meio frutado, com leve aroma de champignons da terra. O sabor do queijo Camembert depende muito da procedência do leite utilizado. É o chamado terroir.

O queijo jovem, com cerca de 30 dias de fabricação, apresenta um sabor suave, ligeiramente acidulado, com um “coração” (centro da massa) de textura pouco firme, que se modifica à medida que se aproxima da crosta. Passados cerca de 45 dias de fabricado, o queijo alcança uma maturidade e uma personalidade, com sabor e aroma mais pronunciados, adquirindo uma textura fina e fundente.

Um dos segredos do Camembert é a adição do fungo Penicilium Candidum ou Camemberti, que forma a crosta branca e aveludada em toda a superfície do queijo, conhecida no vocabulário dos queijeiros como “crosta florida”. Esse fungo atua durante a maturação a partir da crosta para o centro do produto, desenvolvendo o sabor, aroma e textura, que começam delicados e vão se intensificando à medida que o queijo vai envelhecendo.

Uma dica para os queijeiros: para a degustação, deve-se retirá-lo da geladeira com antecedência de uma hora. Adquirida a temperatura ambiente, deve ser cortado ao meio e, em seguida, fatiado do centro para a extremidade. Obtém-se, desse modo, um equilíbrio ideal entre crosta e massa em cada fatia.

Ficou com vontade? Um outro queijo francês famoso por sua qualidade superior e sabor marcante é o Brie. Saiba mais sobre ele e suas características aqui.

Deixe um comentário